Apartamento concebido como investimento para alugar para empresários. Os clientes queriam deixar o espaço pronto para qualquer um entrar e se sentir em casa.

Dessa forma, era importante que o espaço fosse ao mesmo tempo impessoal e aconchegante, quente, que transmitisse vida, que as pessoas conseguissem se enxergar morando lá.

Também era importante pensar em elementos que demandassem pouca manutenção para os clientes.

O piso é de porcelanato na cor cimento queimado. As cortinas de gaze de linho cinza acompanham o piso e deixam o espaço aconchegante. A madeira quebra a frieza do cinza e do piso frio. Alguns pontos se destacam, como a parede atrás do sofá com textura geométrica de cerâmica branca e os azulejos decorados em preto e branco na cozinha.
As cores se mantêm em tons de cinza do preto ao branco e são quebradas pelo uso de madeira em toda parte. Um desafio foi criar um ambiente impessoal, assexuado, mas ao mesmo tempo com personalidade suficiente para que as pessoas se enxergassem morando dentro do espaço.

A marcenaria foi toda desenhada pela arquiteta e delimita os espaços, como a cozinha separada por uma bancada de marcenaria tipo mesa, que pode ser usada tanto como home office quanto espaço para refeições ou apoio para cozinhar. A estante escultural na entrada conduz as pessoas para dentro e serve tanto para armazenamento (tem algumas partes fechadas com portas) como para enfeite. A continuação da estante é o home theater. A marcenaria foi planejada de forma a otimizar o uso dos espaços, já que o ambiente era pequeno e precisava estar 100% equipado para uma ou duas pessoas entrarem com as malas sem precisar fazer nada.

A decoração da sala se estende pelo quarto e pelo terraço de forma a criar uma unidade no espaço, dando a sensação de amplitude.

Divulgue, Compartilhe seu conhecimento: